Eu estou engasgada.

Hoje posso dizer que tenho tanta coisa presa na garganta querendo sair, que se eu começasse a falar, iria presa.

Estou engasgada com gente falsa e dissimulada, ardilosa e manipuladora que não mede esforços e consequencias para alcançar seus objetivos, que não se importa com os sentimentos de quem está ao redor e não se importa em magoar, que não tem sentimentos, que vira as costa e se vai sem ao menos dizer um tchau, que abandona, que é ingrata, que se une a gente mais baixa ainda só pra chegar onde quer, que mente, que engana, que vive como se não tivesse passado, que trai, que ludribia, que magoa, que machuca…

Estou engasgada com gente que não está disposta a evoluir, que não tem interesse em melhorar, que tem a maldita sindrome de Gabriela, que não aceita e nem reconhece os erros que tem, que só vê o erro dos outros, que exige mudança, que não muda, que não faz questão de mudar, que é tão estagnado quando um muno centenário, que exige, que é egoísta, que não se importa em ser um ser humano melhor, que não liga, que gosta de errar…

Estou tão engasgada que não respiro nem pra escrever, que dirá pra falar. Por isso é melhor ficar calada mesmo. Ao menos enquanto suporto…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s