Mude, mas só mude se você compreender a razão para mudar

Não basta dizer que vai mudar. É preciso que você entenda por quais razões você precisa mudar. Uma pessoa não muda apenas porque alguém quer que ela mude. A verdadeira mudança só vem quando quem precisa mudar enxerga o erro e todo aspecto negativo em seus atos e, embora ainda os cometa por costume ou por puro vício, tome consciência de que esse atos são prejudiciais, senão a outras pessoas, à ela mesma.

Quando dizem que a mudança vem de dentro, é exatamente isso que querem dizer. É preciso ter a vontade de mudar, e não mudar por imposição, pois caso contrário, a mudança não passará de uma máscara que só será usada quando se está diante de quem lhe fez o pedido para que haja aquela mudança.

Ninguém precisa de uma pessoa que tem dois comportamentos distintos: um diante, e outro por trás. Agindo assim, você estará enganando somente a si mesmo e jamais ao outro, pois uma hora sua máscara cairá e logo verão que aquela mudança nunca foi real. Aquela mudança foi pura e simplesmente um paliativo naquele momento para obter sucesso em uma relação, seja ela qual for.

Seja honesto com o próximo e consigo mesmo. Não prometa mudanças que não pode cumprir. Não crie metas se você não entende porque alcançá-las. Tudo tem uma razão e um porque, e se você não entende nem um e nem o outro não há porque ir a diante. Fingir uma mudança que nunca existiu só agravaria os problemas.

Portanto, se alguém algum dia lhe pedir para que mude para que ela permaneça ao seu lado, pense se realmente você é capaz de mudar, ou se somente você estará se tolindo com relação a sua personalidade, fingindo ser algo que não é. Pois sem alcançar o entendimento do porque é preciso realizar aquela mudança, seu comportamento não será sincero e sim um ato desonesto para com o outro e até consigo mesmo, pois com o passar do tempo a situação acaba se tornando pesada e ficará cada vez mais claro e evidente que nunca houve mudança nenhuma, e que você continua sendo a mesma pessoa que sempre foi, causando frustração naquela pessoa que investiu na mudança do seu comportamento e causando frustração a si mesmo, que julgará injusto o aborrecimento de quem acreditou na sua mudança, mas se viu enganado no final.

 MUDA
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s