“E, mais uma vez, estou aqui, resmungando os malfeitos de alguém. Mais uma vez, estou ferido, machucado, magoado e ofendido, pelo único e repetitivo motivo de ter me entregado demais. Por ter sido coração demais. Por ter ignorado a voz da razão que bradava em meus ouvidos, que me alertava que ir além do meu […]